quarta-feira, 4 de março de 2015

INSS: Instituto à espera da votação do Orçamento

Esta semana será decisiva para que haja avanços no processo de autorização do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). É que a votação do Orçamento da União deste ano, necessária para que qualquer seleção pendente no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) seja autorizada, ocorrerá entre esta terça, dia 3, e sexta, 6, conforme informou o relator-geral do projeto de lei orçamentária, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Segundo o próprio ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, os processos com as solicitações de vagas para concursos só terão avanços após essa votação. Barbosa, inclusive, se reuniu na última sexta, 26, com os presidentes da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e do Senado Federal, Renan Calheiros, para falar sobre a votação do orçamento.

No caso do concurso do INSS, a expectativa é que a seleção seja autorizada logo após o orçamento ser aprovado, tendo em vista que a autarquia tem alta carência de pessoal e iminentes aposentadorias. Conforme o Tribunal de Contas da União (TCU) já afirmou, o instituto pode entrar em colapso caso não realize a seleção e, por isso, demanda atenção especial do governo.

O deputado federal Chico Alencar (Psol) também se comprometeu a cobrar o concurso no Congresso Nacional, o que pode deixar os interessados esperançosos de que a autorização ocorra em breve. Quem também acredita no andamento do processo após a votação é o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, que tem o concurso como prioridade e já até negocia o número de vagas com o ministro Nelson Barbosa. A presidente do INSS, Elisete Berchiol, também se comprometeu a cobrar a seleção logo após a aprovação.


São solicitadas 4.730 vagas, sendo 2 mil de técnico do seguro social, para quem tem o nível médio, 1.580 de analista do seguro social, de nível superior, e 1.150 de perito médico, para graduados em Medicina. Os rendimentos iniciais são de R$4.620,91 para técnico, R$7.504,45 para analista e R$10.559,64 para perito. A solicitação segue no Ministério da Previdência Social, conforme consta no site do Controle de Processo e Documento (Cprod), mas a Assessoria de Imprensa da pasta afirmou que a tramitação segue normalmente, no âmbito do Planejamento.

Estudos em dia - Quem pretende ingressar no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já deve estar se preparando, tendo em vista que as seleções da autarquia são sempre muito concorridas. E a melhor forma de estudar é ter por base o último concurso, que, no caso do INSS, ocorreu em 2011, para técnico e perito, e em 2013, para analista. 


Fonte: Folha dirigida

Um comentário: