quarta-feira, 19 de agosto de 2015

INSS: Instituto acelera os preparativos do novo concurso

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou na última segunda, dia 17, que está concentrando todos os esforços no planejamento e organização do concurso que vai oferecer, inicialmente, 950 vagas em todo o país, sendo 800 de técnico do seguro social, de nível médio, e 150 de analista do seguro social, para graduados em Serviço Social. Com isso, cresce a expectativa de que, em curto espaço de tempo, o INSS possa anunciar a distribuição das vagas pelos estados, além da organizadora do concurso. Recentemente, o diretor de Gestão de Pessoas da autarquia, José Nunes Filho, reuniu-se com representantes do Cespe/UnB. A Assessoria de Imprensa do INSS confirmou a reunião, mas disse que as partes não fecharam nenhuma parceria até o momento. O instituto tem contactado também outras instituições que podem assumir o concurso.

Apesar da indefinição quanto à organizadora, é certo que a escolha da instituição que aplicará as provas é uma das prioridades. Segundo o setor de Recursos Humanos do INSS, a autarquia possui um cronograma interno, cuja intenção é publicar o edital antes de 29 de dezembro, prazo estabelecido pela portaria de autorização do Planejamento. Embora o concurso seja para o preenchimento inicial de 950 vagas, o número de contratações de aprovados deverá ser bem maior. É que, muito provavelmente, o INSS solicitará ao Ministério do Planejamento o adicional de 50% das vagas, motivado por sua grande carência de pessoal e pelas iminentes aposentadorias. Seriam, portanto, mais 475 vagas, sendo 400 de técnico e 75 de analista.

Números revelados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) mostram que a oferta liberada para esse concurso é muito aquém da atual necessidade. Segundo auditoria realizada pelo TCU, a estimativa é que até 2017 o total de servidores aposentáveis alcance 18.420, o que representa 46% do efetivo à época do estudo. Ainda de acordo com o maior órgão de fiscalização, em 2013 havia 10.106 servidores em condições de aposentadoria, sendo que 62% (6.330) pertenciam ao quadro de técnico e 34% (3.420) a cargos em extinção correlatos aos de técnico ou analista.

ATUALIZE seu livro - Curso de Direito Previdenciário (11ª Edição)

Olá, galerinha!

Se você tem o livro Curso de Direito Previdenciário – 11ª Edição – dos autores Italo Romano Eduardo e Jeane T. A. Eduardo, fique atento a esta informação.

A nova edição foi lançada no início do ano e como a Legislação Previdenciária é muito mutante algumas passagens do livro estão desatualizadas. Com isso, os autores fizeram uma mini atualização.

Abaixo, disponibilizamos o arquivo com as atualizações:




quinta-feira, 13 de agosto de 2015

PROVA COMENTADA: Vídeo + Gabarito - TCU (Técnico Federal de Controle Externo)

Prof. Luís Gustavo
Olá, galerinha!

Ontem (12), disponibilizamos a prova de Direito Administrativo do TCU para o cargo de Técnico Federal do Controle Externo. Esta prova ocorreu no último final de semana e a banca examinadora foi o CESPE /UnB.

Para desmistificar os comentários que vêm surgindo sobre o CESPE, possível banca examinadora do concurso para o INSS, o professor Luís Gustavo vai corrigir junto com vocês as questões desta prova.

Confiram no vídeo abaixo.



PROVA COMENTADA



Questões – Prova TCU/2015 – Cargo Técnico Federal do Controle Externo

Acerca da invalidação, da revogação e da convalidação dos atos administrativos, julgue os itens a seguir.

51 Agirá de acordo com a lei o servidor público federal que, ao verificar a ilegalidade de ato administrativo em seu ambiente de trabalho, revogue tal ato, para não prejudicar administrados, que sofreriam efeitos danosos em consequência da aplicação desse ato.

52 Conforme a teoria dos motivos determinantes, a validade do ato administrativo vincula-se aos motivos que o determinaram, sendo, portanto, nulo o ato administrativo cujo motivo estiver dissociado da situação de direito ou de fato que determinou ou autorizou a sua realização.

53 A revogação de atos pela administração pública por motivos de conveniência e oportunidade não possui limitação de natureza material, mas somente de natureza temporal, como, por exemplo, o prazo quinquenal previsto na Lei n.º 9.784/1999, que regula o processo administrativo no âmbito do serviço público federal.

Julgue os itens seguintes, relativos aos atos administrativos.

54 É proibido delegar a edição de atos de caráter normativo.

55 Ao delegar a prática de determinado ato administrativo, a autoridade delegante transfere a titularidade para sua prática.

56 Eventuais recursos contra decisão emanada em processo administrativo devem ser dirigidos à autoridade que a tiver proferido, que tem poder para realizar juízo de retratação e reconsiderar a decisão.

57 Decretos não são considerados atos administrativos.

A respeito de licitações, julgue os itens que se seguem.

58 O prazo de validade das propostas no pregão será de sessenta dias, se outro não estiver fixado no edital pertinente.

59 Será dispensável a licitação caso haja inviabilidade de competição.

60 É inexigível a licitação em caso de guerra ou de grave perturbação da ordem.

61 Qualquer cidadão é parte legítima para impugnar edital de licitação por irregularidade na aplicação da lei, devendo a administração pública, caso a impugnação seja protocolada no prazo da lei, julgá-la e respondê-la em até três dias úteis.

62 Dado o princípio da adjudicação compulsória, a administração não pode, concluída a licitação, atribuir o objeto desse procedimento a outrem que não o vencedor.


quarta-feira, 12 de agosto de 2015

PROVA COMENTADA: Direito Administrativo – TCU (Técnico Federal de Controle Externo)

Prof. Luís Gustavo
Olá, galerinha!

No último final de semana, foram realizadas as provas para o cargo de Técnico Federal do Controle Externo do TCU. A banca examinadora foi o Cespe/UnB e os itens 51 a 62 foram da prova de Direito Administrativo.

Que tal treinarmos um pouco?

Seguem abaixo as questões da prova de Direito Administrativo. Tentem resolvê-las. Daqui a pouco postaremos o gabarito e um vídeo com o professor Luís Gustavo comentando cada um dos vídeos. Topam???

Questões – Prova TCU/2015 – Cargo Técnico Federal do Controle Externo

Acerca da invalidação, da revogação e da convalidação dos atos administrativos, julgue os itens a seguir.

51 Agirá de acordo com a lei o servidor público federal que, ao verificar a ilegalidade de ato administrativo em seu ambiente de trabalho, revogue tal ato, para não prejudicar administrados, que sofreriam efeitos danosos em consequência da aplicação desse ato.

52 Conforme a teoria dos motivos determinantes, a validade do ato administrativo vincula-se aos motivos que o determinaram, sendo, portanto, nulo o ato administrativo cujo motivo estiver dissociado da situação de direito ou de fato que determinou ou autorizou a sua realização.

53 A revogação de atos pela administração pública por motivos de conveniência e oportunidade não possui limitação de natureza material, mas somente de natureza temporal, como, por exemplo, o prazo quinquenal previsto na Lei n.º 9.784/1999, que regula o processo administrativo no âmbito do serviço público federal.

Julgue os itens seguintes, relativos aos atos administrativos.

54 É proibido delegar a edição de atos de caráter normativo.

55 Ao delegar a prática de determinado ato administrativo, a autoridade delegante transfere a titularidade para sua prática.

56 Eventuais recursos contra decisão emanada em processo administrativo devem ser dirigidos à autoridade que a tiver proferido, que tem poder para realizar juízo de retratação e reconsiderar a decisão.

57 Decretos não são considerados atos administrativos.

A respeito de licitações, julgue os itens que se seguem.

58 O prazo de validade das propostas no pregão será de sessenta dias, se outro não estiver fixado no edital pertinente.

59 Será dispensável a licitação caso haja inviabilidade de competição.

60 É inexigível a licitação em caso de guerra ou de grave perturbação da ordem.

61 Qualquer cidadão é parte legítima para impugnar edital de licitação por irregularidade na aplicação da lei, devendo a administração pública, caso a impugnação seja protocolada no prazo da lei, julgá-la e respondê-la em até três dias úteis.

62 Dado o princípio da adjudicação compulsória, a administração não pode, concluída a licitação, atribuir o objeto desse procedimento a outrem que não o vencedor.

CORREÇÃO DA PROVA

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

SEMANA DA APROVAÇÃO com o professor NELSON FRANÇA

Prof. Nelson França
Galerinha, começou a SEMANA DA APROVAÇÃO com o professor Nelson França. IMPERDÍVEL!!!!

Durante toda esta semana, o professor Nelson irá entrevistar várias personalidades de destaque nacional, que não necessariamente sejam da área de concursos públicos, mas que sua experiência profissional certamente irá te auxiliar na preparação para concursos.

Vamos assistir aos vídeos?

1º VÍDEO – Entrevista com Elton Rezende (Estratégia para Concursos)




2º VÍDEO – Entrevista com Gerson Aragão (Método de Estudo para Concursos).




3º VÍDEO – Entrevista com Carol Calaça (Coaching para Aprovação).




4º VÍDEO – Entrevista com Tammy Peix (A Importância da Alimentação).




Amanhã (07/08), o último vídeo da semana da aprovação. Espero que vocês tenham aproveitado cada uma dessas entrevistas ... SENSACIONAL!!!!!!!!!!!

terça-feira, 4 de agosto de 2015

EU, MEU LIVRO e o PROFESSOR | Vídeos 39 a 48

Olá, galerinha!

Para quem estava com saudades, voltamos com as edições do projeto EU, MEU LIVRO e o PROFESSOR.

Este projeto é um estudo dirigido de Direito Previdenciário e quem está no comado é o professor Italo Romano, um dos autores do livro CURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO que já está na sua 11ª edição.

Vamos lá!

VÍDEO 39



VÍDEO 40

Você sabia que o SE JOGA também está no Instagram?

Pois é, galerinha! Nós também estamos no Instagram @sejogagalera.

Em nosso perfil você irá encontrar dicas, sorteios, promoções, anúncios, etc. Dá uma passadinha lá para conferir!

Por exemplo, essa semana postamos vários vídeos com o professor Italo Romano trazendo dicas de Direito Previdenciário. Também está acontecendo um sorteio de uma bolsa no Curso RECICLANDO INSS no Se Joga Vídeos. Dicas de Direito do Trabalho, Processo Civil, etc. 

Está bem bacana! Siga-nos!

 

SEMANA DA APROVAÇÃO | Professor Nelson França

Prof. Nelson França
Olá, galerinha!

Mais um projeto super bacana do professor Nelson França que gostaríamos de apresentar para vocês: A SEMANA DA APROVAÇÃO.

Neste projeto, o professor Nelson irá realizar algumas entrevistas com pessoas que sejam destaque em suas áreas de atividade, não necessariamente ligadas a concurso público, mas que possam, através do seu conhecimento em determinada área, fazer um paralelo com o estudo para concurso.

No vídeo abaixo, o professor explica melhor como irá funcionar este projeto. É muito legal e tenho certeza que vocês irão adorar!

Sejam todos bem-vindos à semana da aprovação com o Professor Nelson França.




Edital Publicado: STJ abre Concurso Público com 65 vagas para Analistas e Técnicos

Na edição do Diário Oficial da União do dia 23 de julho, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) anunciou a abertura de Concurso Público para o provimento de vagas e a formação de cadastro reserva, nos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

Para o preenchimento dessas funções, o órgão não promovia certame desde 2012. Ao todo estão disponibilizadas 65 oportunidades imediatas, considerando o quantitativo reservado para pessoas com necessidades especiais e pessoas negras. As áreas vinculadas a cada cargo podem ser conferidas a seguir:

Analista Judiciário: Administrativa (12), Administrativa - Especialidade: Segurança (3) e de Apoio Especializado: Análise de Sistemas de Informação (3), Arquitetura (1), Arquivologia (1), Comunicação Social (2), Contadoria (5), Engenharia Civil (1), Engenharia Elétrica (1), Fisioterapia (2), Medicina - Pediatria (2), Pedagogia (2), Serviço Social (1) e de Suporte em Tecnologia da Informação (5);

Técnico Judiciário: Administrativa (15) e Apoio Especializado - Especialidades: Saúde Bucal (3) e Tecnologia da Informação (6).

A remuneração mensal é de R$ 5.365,92 para as funções técnicas e de R$ 8.803,97 para os cargos de analista, considerando as jornadas de 20h, 30h ou 40 horas semanais. Podem concorrer, aqueles que possuírem formação de níveis médio, técnico ou superior.